Notícias

CAMPANHA DE VACINAÇÃO COMPRA A GRIPE

Nesta segunda-feira 12/04/2021 começara a companha de vacina contra a gripe será realizada apenas no posto rosa, posto central esta focado apenas para vacinação contra a covid-19, a vacinação será […]

Doe sangue Doe Vida

O Hemocentro de Ribeirão Preto em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, comunica que nesse Sábado, dia 10 de Abril, haverá Campanha de doação de sangue e Cadastro de […]

Serviços ao Cidadão

Barrinha foi um pequeno porto fluvial do Rio Mojiguaçu. Suas primeiras casas foram edificadas em volta da estação da Cia. Paulista de Estrada de Ferro, que era de propriedade da Cia. Agrícola Fazenda São Martinho que, em consequência da crise do café, resolveu lotear essa área dando início a um pequeno povoado em 1930.

Barrinha é conhecida carinhosamente como “Princesa do Mogi”. Dizem que seu nome se originou por causa deste porto fluvial, e que sua ótima argila favoreceu a implantação de várias cerâmicas, e esses dois fatores: as Cerâmicas e a Estrada de Ferro fizeram com que o município crescesse rapidamente. Sua Emancipação Política Administrativa deu-se em 30 de dezembro de 1953. Seus primeiros habitantes foram trabalhadores da própria Cia. Agrícola Fazenda São Martinho, imigrantes italianos,libaneses e japoneses.

De acordo com a divisão do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística vigente desde 2017,[7] o município pertence às Regiões Geográficas Intermediária e Imediata de Ribeirão Preto.[1] Até então, com a vigência das divisões em microrregiões e mesorregiões, o município fazia parte da microrregião de Ribeirão Preto, que por sua vez estava incluída na mesorregião de Ribeirão Preto.[8]

Barrinha, antes um distrito de Sertãozinho, situa-se a uma distância de 360 km da capital no trajeto da Ferrovia Paulista S/A – FEPASA, a nordeste do estado.